Quem busca perder peso de forma saudável sabe que dietas radicais nem sempre funcionam. Quando terminam, não demora para os quilos voltarem a aparecer na balança! Mais importante do que passar por uma restrição alimentar é adquirir bons hábitos que levará para a vida toda! Na lista abaixo há 10 estratégias simples elaboradas com a ajuda da nutricionista Marina Donadi que vão ajudá-la a emagrecer de forma saudável e mais: manter o peso de uma vez por todas! Confira! 1. Sente-se no lugar certo Em encontros com os amigos, happy hour e jantares, comer mais do que devia é quase inevitável. Mas há uma maneira de evitar os excessos: escolher o lugar certo ao se sentar à mesa. Em geral, a maioria da comida fica nas áreas centrais. Então, que tal optar pelos assentos da ponta? Quanto mais longe das guloseimas, mais fácil será resistir às tentações! 2. Assista menos TV Um adulto passa cerca de cinco horas por dia em frente à televisão. Pois saiba que isso deve ser evitado! Primeiro porque quase tudo o que você fizer em vez de assistir TV gastará mais calorias. Depois considere que, ficando em frente à TV por muito tempo, você provavelmente beliscará mais alimentos ao longo do dia. 3. Coma em pratos pequenos Um buffet de sorvete foi o cenário para um estudo liderado por Brian Wansink, da Universidade Cornell. Professores de nutrição e estudantes de graduação receberam tigelas de diferentes tamanhos para se servir. O resultado? Pessoas com as taças de tamanho grande serviram-se de cerca de 31% mais sorvete do que os grupos com recipientes pequenos. Esta é a prova que você precisava para passar a se servir em pratos menores! A nutricionista Marina Donadi dá a dica: sirva-se com um prato convencional para uma bela salada de folhas. Já para o restante dos alimentos, opte por um prato menor, tipo os de sobremesa. 4. É preciso suar Isso você já está cansada de saber. Para emagrecer, é importante se exercitar! Além de aumentarem a queima calórica, as atividades físicas são cheias de benefícios para a saúde cardiovascular e mental. Uma mistura de exercícios aeróbicos e tonificação muscular 5 vezes por semana é o ideal para manter a boa saúde. 5. Durma em um quarto frio

Um quarto com temperaturas mais baixas pode melhorar tanto o seu sono quanto o seu metabolismo. Além de evitar ser acordada pelo desconforto do calor, um quarto fresco faz com que seu corpo trabalhe para se manter aquecido durante horas. É mais uma maneira de queimar calorias! 6. Beba vinho Um estudo realizado em Boston acompanhou mais de 19.000 mulheres por cerca de 13 anos e descobriu que aquelas que ingeriam uma dose de bebida alcoólica diariamente ganharam menos quilos do que os que não bebiam ou dos que bebiam demais. E o ganho de peso foi menor entre os bebedores de vinho. Embora os pesquisadores não tenham uma explicação clara para isto, eles observaram que os indivíduos que beberam um copo ou dois de vinho comiam menos calorias ao longo do dia. 7. Cuidado na hora de adoçar Usar alternativas para o açúcar podem tirar o peso na sua consciência, não é? Mas, cuidado! Uma pesquisa sugere que os ratos alimentados com alternativas ao açúcar, como o adoçante, eventualmente ganharam mais peso do que aqueles alimentados com açúcar. Os cientistas acreditam que, como o açúcar falso não vem com calorias adicionais, o sistema digestivo fica confuso e não queima calorias, regulando a ingestão de alimentos da forma que faria com o açúcar real. Ou seja: a melhor alternativa é consumir pequenas quantidades de açúcar natural, como o contido em iogurtes e frutas. 8. Alimente-se bem Escolher bons alimentos é fator determinante para quem busca perda de peso e levar uma vida saudável. A nutricionista Marina Donadi explica que os alimentos integrais gastam mais energia para serem digeridos do que os alimentos refinados. Por isso, faça substituições inteligentes: troque o arroz branco pelo integral ou um suco industrializado por uma fruta. A longo prazo, a diferença na gordura total será significativa. 9. Aposte nas vitaminas Em um estudo publicado no Jornal Internacional da Obesidade, pesquisadores designaram 96 mulheres obesas a tomar um multivitamínico, suplemento de cálcio ou placebo durante 26 semanas. O resultado foi surpreendente: o grupo que tomou as vitaminas terminou o estudo com bem menos gordura corporal do que os que não tomaram. “É possível que algumas pessoas comam mais por buscarem certos nutrientes”, esclarece Louis J. Aronne, diretor do Programa de Controle de Peso no Hospital Presbiteriano de Nova York. Segundo o especialista, as vitaminas não são necessariamente um plano de perda de peso eficiente, mas podem ajudar a reduzir a necessidade de tanta comida. 10. De olho nas alergias Para algumas pessoas que tomam medicamentos para controlar alergias, o ganho de peso pode ser comum. Pessoas que tomam anti-histamínicos são cerca de dez quilos mais pesadas do que as não medicadas. O problema pode acontecer porque os anti-histamínicos do tipo H1 (como Claritin ou Allegra) bloqueiam os histamínicos do sistema imunológico, que desempenham um papel importante no apetite e na quebra de gordura. Fique de olho: se você tem problemas com alergias e sintomas controlados por anti-histamínicos, pode ter que ajustar a dieta e exercícios para compensar.