Quem é alérgico, vive coçando os olhos, o nariz, tossindo, espirrando e faz tudo isso quase que de forma automática. Se você faz isso e acha que não tem problema nenhum, saiba que as mãos nem precisam estar contaminadas para que você desenvolva um problema de saúde.

E não só os alérgicos que estão expostos a este risco. De acordo com o oftalmologista da clínica Oftalmed Marcos Ferraz, os olhos não foram feitos para ser tocados, muito menos coçados e, apesar de não doer, esfregar a mão sobre os olhos pode causar problemas de visão.

Perigo de coçar os olhos
Ferraz explica que ao coçarmos os olhos pode ocorrer a ruptura de fibras de colágeno da córnea e isto pode levar ao aumento do diâmetro dos olhos e alterações no formato da córnea.

Problemas de visão

“Astigmatismo, miopia e ceratocone são problemas causados pela mudança na curvatura da córnea e o hábito de coçar os olhos pode provocar esta alteração”, explica o oftalmologista.

O ceratocone é uma alteração na curvatura da córnea que faz com que ela fique com uma ponta e perca o seu formato original. Em casos bem avançados, é possível detectar a mudança a olho nu. Outro grave problema que este hábito pode causar é o deslocamento da retina.

Além destes problemas mais graves, quando as mãos entram em contato com os olhos, elas também podem transmitir vírus e bactérias que dão origem a inflamações e infecções, como tersol e conjuntivite.

Grupos de mais risco

Segundo Ferraz, se você é alérgico ou usa lentes de contato, precisa ter atenção redobrada porque as chances de coceira na região dos olhos são maiores.

“Seis em cada 10 pacientes alérgicos têm conjuntivite alérgica e ela pode provocar coceira. Além disso, os pacientes alérgicos têm muito mais ceratocone, que são as alterações na córnea”, comenta o oftalmologista.

Já as pessoas que usam lente de contato devem retirar as lentes caso sintam algum desconforto porque pressionar as lentes dentro dos olhos pode causar rupturas na córnea e infecções.

Coceira nos olhos: o que fazer?

Se você sente vontade coçar os olhos frequentemente ou observa que um ou ambos os olhos fiam irritados com frequência, deve procurar um oftalmologista para que ele faça uma avaliação para entender o que pode estar causando estes desconfortos.

Apesar de grande parte dos casos estarem relacionados a alergias, a coceira na região dos olhos também pode ser sintoma de problemas oftalmológicos, como a síndrome do olho seco (disfunção lacrimal) e conjuntivite.

Tratamento

“Se for devido a uma alergia, é preciso que o tratamento seja feito de forma sistêmica – ou seja, a pessoa deve tratar a alergia e também deve usar colírios prescritos a ela”, comenta Ferraz.

Como alguns colírios são vendidos sem prescrição médica, algumas pessoas acabam camuflando o problema sem procurar ajuda médica. Não faça isso!

O oftalmologista alerta que existem inúmeros tipos de colírio e que primeiro é indispensável conhecer a causa do problema para que o colírio correto seja indicado. Desta forma, é possível tratar o problema e minimizar o desconforto.