Força-tarefa em MS desarticula grupo criminoso que vendia maconha para diversos estados

Operação foi deflagrada nesta quinta-feira (18), após 9 meses de investigações. Houve prisões em flagrante por posse de arma e munições.


Por G1 MS

Associação criminosa voltada ao tráfico de maconha, com integrantes de Aral Moreira, Amambaí e Dourados, na região sul do estado, foi desarticulada nesta quinta-feira (18), com mandados cumpridos nos municípios. A força-tarefa foi deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), além da Polícia Militar, homens da inteligência e o Ministério Público.

Foram cumpridos ao todo 7 mandados de prisão preventiva, 8 de busca e apreensão, além de sequestro de veículos, expedidos pelo Juiz da 1ª Vara Criminal de Dourados. Durante o cumprimento dos mandados na cidade de Aral Moreira, houve prisões em flagrante por posse de arma de fogo e munições.

As investigações tiveram início há 9 meses e comprovaram a existência de associação criminosa voltada ao tráfico de maconha, coordenada por integrantes de Aral Moreira, que contava com diversos integrantes espalhados pela região, especialmente em Dourados e Amambai, para distribuição de grandes quantidades de entorpecentes para diversos rincões do Brasil.

Operação Tagi

A ação recebeu o nome de “Tagi” por este a região situada da rodovia MS-386, entre Ponta Porã e Amambai, sendo utilizada como uma das rotas de escoamento das drogas pelo grupo criminoso .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *