Robinho em 2010: ‘Com todo respeito ao futebol turco, não vou jogar lá’

Robinho em 2010: ‘Com todo respeito ao futebol turco, não vou jogar lá’

Há 8 anos, quando defendia o Manchester City, o atacante foi procurado pelo Fenerbahçe

Robinho em 2010: ‘Com todo respeito ao futebol turco, não vou jogar lá’
Notícias ao Minuto Brasil

HÁ 3 HORAS POR NOTÍCIAS AO MINUTO

ESPORTE O MUNDO DÁ VOLTAS

 É como diz um conhecido ditado popular: “o mundo dá voltas”. Pois é, nesta segunda-feira (22) essa famosa frase deve rodeado a cabeça do atacante Robinho, após o Sivasspor, da Turquia, anunciar por meio de nota oficial que tem um princípio de acordo com jogador.

Condenado a nove anos de prisão por violência sexual na Itália e com risco de ser preso na Europa, o escândalo deixou o “Rei das Pedaladas” sem mercado no Brasil. Só que o interesse do time turco surgiu como uma salvação para a carreira dele, que defendeu o Atlético-MG em 2017.

Em 2010, quando jogava pelo Manchester City e estava no auge da carreira, Robinho desprezou o futebol turco. Ele foi procurado pelo Fenerbahçe e apareceu no radar do Besiktas. Mas disse não, sem hesitar.

“Com todo o respeito ao futebol turco, mas eu não vou jogar lá neste momento. A equipe (Fenerbahçe) foi a única que me mandou uma proposta oficial, mas já está decidido que eu não vou”, afirmou Robinho na época. As declarações foram notícias no Globoesporte.com.

Notícias ao MinutoReprodução / Globoesporte.com

“Tem uma conversa rolando, mas ainda não podemos adiantar nada. Em uma semana dá para se fazer muita coisa ainda. A única coisa que eu digo é que continuarei na Europa. Itália ou Espanha”, acrescentou.

Robinho deixou o City, foi emprestado ao Santos por seis meses, e depois foi vendido para o Milan, tendo atuado no rubro-negro italiano em 144 partidas. Ele deve assinar contrato com o Sivasspor nesta terça-feira (23). Parece que o jogo virou, não é mesmo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *